Início

2008

Bem vindo, 2008 chegou.

A cifra não faz muita diferença porém o desastre é grandioso e devemos pensar, mesmo que o verbo traga consigo o ''re'' comum nestas horas.

Com um ano novo além de muita manguaça e sexo, que no verão são sempre bem-vindos, venho aqui denotar algumas funções aos que desfrutam o ócio do verão.

PARE - PENSE - OBSERVE E PENSE DE NOVO.

Salvo os que suam catando lixo, limpando o lixo, esfregando o chão, suando e fazendo trabalhos manuais, estes dispenso o ato pois, como uma ''suada'' no passado (como fui) concluo que invariavelmente torna-se impossível pensar neste calor infernal, dispostos tantos exercícios febris e ordens dadas por pessoas que recusam-se á suar e provam do ar mais condicionado do mundo.

Portanto PARE

No calor nos abrimos, achamos que promessas oriundas do ano-novo juntamente com o corpo caloroso que se solta vão acontecer, é tudo mentira, conforme-se com você: as rugas, a barriga, as promessas, a bundice toda, é tudo pura merda, você só deve parar e...

OBSERVE

Salientando um detalhe funcional á este observar: observe pra fora, nada deste negócio de ficar olhando pra si, encontrar em si, que as suas atitudes vão mudar o mundo, que tudo começa por si, esquece isso e mete outra nota: um foda-se bem dado á estes vagabundos budistas que acham que viver é olhar pra uma parede branca e pensar em SI!

Observou? Doeu? Suou um pouco e sentiu o calor ardendo lá fora?

AGORA PENSE!

(Conselhos sentimentais e ajuda estarão disponíveis neste site após o carnaval, com preçinhos especias)


Seja o primeiro a conmentar este artigo. | Adicionar como favorito (340) | Publique este artigo no seu site | Visto: 2130

Roube este filme II

Eu não gosto de pensar que o mundo tem um dono. Que estou submetido a viver toda a minha existência sobre os mandatos, tabus e preconceitos de uns velhos. Não gosto do comodismo velho. Gosto do novo gasto pelo estrago dos seus erros. Velhos não erram e o erro é o primeiro passo do pensar. Na minha sociedade algumas coisas seriam crimes inafiançáveis:

Tratar crianças como adultos;

Retirar a liberdade de expressão de qualquer individuo;

Realizar escolhas por terceiros;

Pregar qualquer culto ou crença recebendo em troca compensação financeira;

Negar alimentos, habitação, educação e cultura;

Fica proibido a concentração de poder;

Aquele que não subverter, não arriscar e optar pelo cômodo estará sujeito as penalidades;

Pelo menos uma vez durante sua existência o individuo deve participar uma rebelião;

Aquele que lucra com a desinformação deve ser excluído da sociedade, impedido de viver em uma comunidade que compartilha;

Fica determinado que comercializar qualquer forma de expressão cultural ou informação, é proibido e o comerciante será punido a pena máxima de exclusão social;

Roubem senhores piratas.

Vejam o mundo que os observa senhoras e senhores.

Thelmo Corrêa 

www.stealthisfilm.com 

 


Comentários (2) | Adicionar como favorito (297) | Publique este artigo no seu site | Visto: 2636

Última Atualização ( 17 de janeiro de 2008 )
Bem Intocado na 11ª Mostra de Cinema de Tiradentes

A exibição do filme está marcada para o dia 22.01.08 (terça-feira), às 16:30 horas no Cine-Tenda

Seja o primeiro a conmentar este artigo. | Adicionar como favorito (297) | Publique este artigo no seu site | Visto: 1365

Última Atualização ( 22 de dezembro de 2007 )
Roma, cidade aberta

Roma, cidade aberta (Roma, città aperta, Roberto Rossellini, Itália, 1945)

Se há uma concordância em apontar a tríade neo-realista Roberto Rossellini, Luchino Visconti e Vittorio De Sica, essa unanimidade não existe para determinar um filme como marco inicial do movimento. Foi, entretanto, com Roma, cidade aberta, apresentado em Cannes em 1946, que o neo-realismo italiano tomou proporções maiores. Outros cineastas prepararam, de fato, “o caminho”. Mas foi Roberto Rossellini que pôs nas telas uma Roma nua, miserável, sórdida. Os símbolos da Itália popular e da Itália corrompida pelo fascismo são mostrados pelas mãos de um cineasta que inicia uma nova fase, recém passado para o lado da Resistência. Em Roma, cidade aberta, Rossellini tenta compreender e fazer compreender a situação da Itália àquela época. A personagem interpretada por Anna Magnani, por exemplo, assume as feições trágicas da sociedade italiana que lutava por justiça e liberdade. A cena em que Pina é baleada pelos alemães, depois de correr atrás do ônibus em que seu companheiro estava preso, ficaria marcada na história do cinema.

Seja o primeiro a conmentar este artigo. | Adicionar como favorito (348) | Publique este artigo no seu site | Visto: 28392

Última Atualização ( 07 de dezembro de 2007 )
Leia mais...
Bem Intocado no CUCO

VENCEDORES DA CATEGORIA FICÇÃO

1° lugar
O sonho de Jonas (6'04) – Dir: Gustavo Chiappetta e Jorge H. Maia (São Paulo/SP)
http://fiztv.abril.com.br/tv/?areaAtualId=2&videoId=1963

2° lugar
Bem Intocado (8'53) – Dir: Thelmo Corrêa (Porto Alegre/RS)
http://fiztv.abril.com.br/tv/?areaAtualId=2&videoId=1829

3° lugar
10:10 (3'08) – Dir: Douglas Siqueira (Santos/SP)
http://fiztv.abril.com.br/tv/?areaAtualId=2&videoId=1698

Seja o primeiro a conmentar este artigo. | Adicionar como favorito (281) | Publique este artigo no seu site | Visto: 1121

Última Atualização ( 05 de dezembro de 2007 )
Bem Intocado na 9ª Mostra Londrina de Cinema

_curta embarque, curta escola, curta empresa e curta o intervalo
De 5 a 9, serão realizadas diversas sessões gratuitas pela cidade. O objetivo é democratizar o acesso aos bens culturais e ampliar o público para o formato curta-metragem. Neste sentido, a Kinoarte irá levar o cinema até este público, promovendo sessões em escolas, universidades, empresas e pontos estratégicos da cidade.

Comentários (3) | Adicionar como favorito (311) | Publique este artigo no seu site | Visto: 1153

<< Início < Anterior 31 32 33 34 35 36 37 38 Próximo > Fim >>

Resultados 211 - 217 de 261